FMUSP imagem

Museu IOF

História do Museu


       

       O Museu do Instituto Oscar Freire foi fundado em 1919 sob direta supervisão do professor Oscar Freire de Carvalho, e foi batizado na época de "Museu do Departamento de Medicina Legal". Nesse período, a Faculdade de Medicina e Cirurgia de São Paulo organizava sua estrutura de ensino, e o visionário Arnaldo Vieira de Carvalho convidou diretamente a Oscar Freire para ser o primeiro catedrático de Medicina Legal da Faculdade, este vindo da Bahia após grandes ações no sistema médico penal da capital baiana. Como consta na Ata da Congregação da Faculdade de Medicina de 29 de Junho de 1918, Oscar Freire propôs logo no início de sua atividade como catedrático um museu de medicina legal, concebido como parte integrada de um instituto médico legal educativo e científico, plenamente equipado a serviço da Faculdade de Medicina e da sociedade paulista: "considerando que a medicina legal, em verdade, somente poder ser proficuamente ensinada em uma verdadeira clínica médico-legal convenientemente instalada, em local apropriado, dispondo de aparalhagem suficiente e de material de casos que só se encontram entre nós nos serviços medico legaes da Polícia (...) podendo desta arte em proveito do ensino aprimorar a sua cultura tecnica e alargar a sua experiência, e dispondo não só do recurso de conservar para o musêo de ensino peças anatômicas, armas e photografias, como também da vantagem de ter, para o ensino prático na parte thannatológica, os cadáveres que devem ser submetidos às necropsias chamadas policiaes". 

 

     

PEÇA DO ACERVO DO MUSEU: FOTOGRAFIA "FACULDADE DE MEDICINA E CIRURGIA DE SÃO PAULO - 1913", IMAGEM DA PRIMEIRA SEDE DA FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO PAULO NA AVENIDA BRIGADEIRO TOBIAS.

 

      Com a presença de Oscar Freire o ensino médico legal em São Paulo deslanchou e o Departamento de Medicina Legal da recem fundada Faculdade de Medicina se converteu em importante centro nacional da disciplina médica. Após a morte do grande mestre em 1924, o Departamento de Medicina Legal seria rebatizado de Instituto Oscar Freire, e o Museu se afirmaria como centro memorial e espaço de formação pedagógica médico legal, cativando a atenção de médicos de todas as áreas e recebendo doações das mais distintas.

  

PEÇA DO ACERVO DO MUSEU: "MATRÍCULA DE FLAMÍNIO FÁVERO", MEMBRO DA PRIMEIRA TURMA  DE 1913.

      Sucessor de Oscar Freire, o professor Flamínio Fávero (1895-1982) - que ocupou importantes cargos institucionais, como Diretor da Faculdade de Medicina e Diretor da Penitenciária do Estado - ampliou o acervo museológico e reafirmou a importância do Museu ao articulá-lo a distintas sociedades e instituições, como a Sociedadade Paulista de História da Medicina, o Serviço de Identificação da Faculdade e a Sociedade de Medicina Legal e Criminologia de São Paulo. 

 

PEÇA DO ACERVO DO MUSEU: "PRIMEIRA CADERNETA FEITA NO SERVIÇO DE IDENTIFICAÇÃO DA FACULDADE DE MEDICINA", DE 1922.

          Após a aposentadoria de Flamínio Favero (1954), o Museu passou por um período de reorganização e foi desmembrado em um Arquivo e uma Biblioteca, tendo parte de seu acervo deslocada para outros espaços. Em 1986, por iniciativa dos professores Alfonso Meira, Marcos Segre e Guilherme Arbenz, o museu foi refundado e buscou-se recuperar o acervo das décadas anteriores, adionando-se também novas peças. Rebatizado de "Museu Técnico Científico do Instituto Oscar Freire", a instituição novamente se converteu em importante centro de visitações de estudantes e contribuiu para formação de médicos desde então, permitindo o ensino de disciplinas como anatomia, infortunística, história da medicina, ética médica, tanatologia, criminologia, dentre outras. 

 

PEÇA DO ACERVO DO MUSEU: "LIVRO DE ASSINATURA PARA VISITANTES", PÁGINA COM DISCURSO DE GUILHERME ARBENZ NA OCASIÃO DA REFUNDAÇÃO DO MUSEU EM 18 DE OUTUBRO DE 1986.

         Abrangendo peças variadas dos séculos XIX  e XX, o Museu Técnico do Instituto Oscar Freire é um complexo e sedimentado universo documental, repleto de possibilidades de pesquisa acadêmica em diversas áreas do conhecimento. 

 


 

© 2013 Todos os direitos reservados. Assessoria de Comunicação Faculdade de Medicina da USP.
Sobre o Portal | Equipe do Portal | Política de uso | Direitos autorais | Mapa do Site |